Me passa o ketchup?

Um guia pessoal de navegação nas ondas do streaming – Edição 32

carta Convide um amigo para o Netflista

feice Espalhe a Palavra

NET TRAILER

Sempre atenta à nostalgia que move boa parte das preferências do público, a Netflix tirou da garagem O Ônibus Mágico, série infantil original dos anos 1990. Os novos episódios entram no catálogo dia 29 de setembro.

LISTFLIX – 6+1 – ANOS 90 (COM SANGUE)

Ao selecionarmos os melhores filmes e séries dos anos 1990 para ver na Netflix, nos deparamos com tantas opções que tivemos de dividir a lista em duas partes. Depois da lista sem sangue (e da pausa para a lista do áudio do Joesley), chegou a hora dos filmes temperados com ketchup, mas que vão além do “tiro, porrada e bomba”.

Pulp Fiction A humanidade podia ser dividida em dois grandes grupos no longínquo ano de 1995: os fãs de Pulp Fiction e os de Forrest Gump. Os dois filmes disputaram o Oscar daquele ano – e que ainda contava com Um Sonho de Liberdade entre os concorrentes! Quentin Tarantino perdeu a disputa, mas ganhou os corações e mentes de toda uma geração de cinéfilos com seus diálogos intermináveis e violência estilizada.

Assassinos Por NaturezaPensou em sangue, falou Tarantino. Antes de se consagrar com Pulp Fiction, ele escreveu este roteiro para o diretor Oliver Stone, que carregou nas tintas ao contar a história do casal do casal de serial killers. Eles são perseguidos pela polícia americana e por um repórter sensacionalista, vivido pelo ator Robert Downey Jr, mais conhecido pelos seus filhos como o Homem de Ferro.

Fogo Contra Fogo Como seria um filme de Tarantino sem as “tarantinices”? O diretor Michael Mann tem as respostas. Com uma das melhores cenas de tiroteio já feitas no cinema, Fogo Contra Fogo traz Al Pacino como o detetive acelerado que precisa lidar com os problemas dentro de casa enquanto corre atrás de uma quadrilha de bandidos profissionais liderada por Robert De Niro.

Los Angeles – Cidade Proibida – Um filme como não se faz mais nos dias de hoje. E nem mesmo em 1997, quando foi lançado. A história dos três tiras que se deparam com um caso de múltiplos assassinatos, prostituição e grandes figurões de Hollywood tem todos os elementos do chamado filme noir. Kim Basinger levou o Oscar de atriz coadjuvante pelo papel da loira fatal, indispensável nesse tipo de filme.

Se7enUm serial killer que baseia seus crimes nos sete pecados capitais. Uma ideia tão simples e genial que é difícil imaginar que só tenham pensado num roteiro desses em 1995. Não bastasse a ótima premissa, o diretor David Fincher conduz o mistério em tensão máxima até o clímax surpreendente. Tanto que também entrou na nossa lista de filmes com reviravoltas.

Trainspotting – Embora esteja longe de ser o mais sangrento, para os mais sensíveis este deve ser o filme mais repugnante da lista. A saga do grupo de amigos desocupados que se afundam nas drogas tornou-se um dos retratos da geração dos anos 1990. Se você ainda não viu, confira a “poética” cena da overdose do personagem do ator Ewan McGregor, ao som de Lou Reed.

Bônus Fora Temer

CassinoAs caixas e malas de dinheiro no “bunker” do ex-ministro Geddel Vieira Lima parecem saídos de um filme de Martin Scorsece. Quem assiste este filme de 1995 sobre o homem contratado para dirigir um cassino controlado pela máfia em Las Vegas imagina como a história da Lava-Jato seria contada pelas lentes do diretor.

KIDFLIX– PARA PAIS E FILHOS

Um Maluco no Pedaço – Nós jamais indicaríamos aqui filmes sangrentos para as crianças, ainda mais nesses tempos de vigilância do MBL. Melhor ficar com esta comédia que relevou o ator e dublê de rapper Will Smith. Apesar de os 148 episódios terem ido ao ar durante a década de 1990, a série só estreou no Brasil em 2000. E desde então vem sendo reprisada à exaustão pelo SBT.

NOTIFLIX – NOTÍCIAS EM SÉRIE

Típico – Uma das melhores séries originais lançadas neste ano pela Netflix vai ganhar uma segunda temporada. Com rara sensibilidade, Atypical traz a história de Sam, um adolescente com autismo que sofre na busca por uma namorada. Nada muito diferente do que quase todos nós já passamos algum dia.

Radio Gaga – Para os órfãos da Lady Gaga, que cancelou de última hora a apresentação no Rock in Rio, a Netflix terá um consolo: o documentário sobre a cantora que estreia na programação na próxima sexta-feira. Entre outros assuntos, o filme promete trazer as tretas entre ela e Madonna e as crises de depressão que a acompanham desde o início da carreira.

Tô na Globo – Disposta a enfrentar a Netflix com sua própria plataforma, a Globo fechou parcerias com a Apple e com o Google. O acordo vai permitir o acesso ao Globo Play, o serviço de streaming dos Marinho, dos aparelhos Apple TV e Chromecast. Abre o olho, Netflix!

ANTES DE IR…

Leia mais notícias, listas e dicas da Netflix em nossas edições passadas. Lembrando que alguma atração indicada pode ter saído do catálogo…

Quer ver uma lista ou filme aqui? Mande sua sugestão. Bom fim de semana!