E o Emmy vai para…

Netflista logo 3

Um guia pessoal de navegação nas ondas do streaming – Edição 25

Espalhe a Palavra Netflista. Cadastre-se para receber a newsletter por e-mail e recomende aos amigos.

NET TRAILER

A Netflix não tem The Handmaid’s Tale, uma das séries mais comentadas da temporada e que ganhou uma penca de indicações ao Emmy. Mas tratou logo de buscar uma obra da escritora Margaret Atwood para chamar de sua com Alias Grace.

LISTFLIX – 5+1 – M de Emmy

Depois da lista dos filmes e séries Lado B da Netflix, fomos atrás do que há de melhor nas atrações que foram indicadas ao Emmy deste ano. Em meio aos 33 seriados, minisséries, documentários e reality shows na disputa por um dos principais prêmios da televisão, tem muita coisa boa que foge aos nomes mais manjados. Como a premiação é só em 17 de setembro, está aí ótima oportunidade para conhecê-las:

American Crime (indicação: Felicity Huffman, melhor atriz em minissérie) – Pule a primeira temporada e vá direto para a segunda – cada uma tem uma trama diferente nesta minissérie. Ideal para quem gosta de uma boa história policial, com um tema polêmico e muitas, muitas reviravoltas. E traz a oportunidade de ver uma das protagonistas de Desperate Housewives em um papel completamente diferente.

The Americans (múltiplas indicações) – Junte um casal de espiões soviéticos vivendo nos Estados Unidos em plena Guerra Fria com uma trilha sonora afiada. The Americans é uma das séries queridinhas de premiações por muitos motivos. O ritmo lento é difícil de encarar no começo, mas acredite, vale a pena.

Better Call Saul (cinco indicações) – Falando em ritmo lento que vale a pena, a série sobre o advogado charlatão que surgiu em Breaking Bad também demora a engrenar. Mas quem chega à terceira temporada não se arrepende. A maior injustiça da atual edição do Emmy, aliás, foi a ausência de Michael McKean entre os indicados a ator coadjuvante.

RuPaul’s Drag Race (melhor competição de reality) – Um ícone da comunidade gay no Netflix, seria um grande erro encarar RuPaul como um programa de nicho. Para uma tarde de diversão sem compromisso, o reality é viciante e irreverente na medida certa.

Black Mirror (melhor filme para TV) – Para quem ainda não viu uma das séries mais provocativas da atualidade, a oportunidade é essa. San Junipero, o episódio indicado ao Emmy (episódio 4, temporada 3), é particularmente uma boa pedida, já que é um pouco menos fatalista que os demais.

Bônus Fora Temer

Stranger Things – No mundo invertido, onde não há Netflix, esta maravilhosa homenagem aos anos 80 jamais foi feita e arrebatou 18 indicações ao Emmy. Para quem acha que o Brasil está de cabeça para baixo, Stranger Things é uma deliciosa dose de escapismo. Enquanto a nova temporada não vem, fique com este sensacional trailer ao som de Michael Jackson.

KIDFLIX – Para pais e filhos

Gravity Falls – A premiada série sobre os irmãos gêmeos que vão passar o verão com o tio-avô levou o Emmy em 2014. É bem provável que as crianças assistam repetidas vezes os episódios disponíveis no catálogo. Ainda assim, algumas referências só os adultos vão captar.

NOTIFLIX – Notícias em série

Springflix – E se Homer Simpson fosse um personagem de Game of Thrones? O resultado bem que poderia ser algo parecido com a série que Matt Groening, o criador de Os Simpsonsproduzirá para a Netflix. A animação para adultos que se passará na época medieval, com princesas, elfos e cia, tem previsão de estreia em 2018.

Mão Grande – Mesmo sem repetir o sucesso das séries anteriores da Marvel na Netflix, Punho de Ferro vai ganhar uma segunda temporada. Mas antes, o herói que usa artes marciais e o muque poderoso para combater o crime será visto em Os Defensores, que ganhou trailer novo.

ANTES DE IR…

Leia mais notícias, listas e dicas da Netflix em nossas edições passadas. Lembrando que alguma atração indicada pode ter saído do catálogo…

Quer ver uma lista ou filme aqui? Mande sua sugestão. Bom fim de semana!